Cinco orientações para fazer compras seguras pelo celular

by paypal on 14 de dezembro de 2011

Com a chegada do Natal, o comércio eletrônico no Brasil deve registrar um aumento no volume de compras – cerca de 40% maior do que no mesmo período de 2010. Para ajudar a expandir esse cenário, as companhias também estão apostando em soluções e sistemas de compras que facilitem a aquisição de produtos a partir de dispositivos móveis como celulares e tablets, o mobile commerce. Infelizmente, como sempre, junto com a novidade, chegam as ameaças virtuais, que requerem atenção extra do consumidor na hora de fechar o negócio.

De acordo com o PayPal, que se destaca pela liderança no setor de pagamentos on-line no mundo, o usuário deve sempre estar atento para não ser vítima de uma fraude. Confira algumas precauções que devem ser tomadas para que você não acabe ganhando uma dor de cabeça de presente de Natal:

1. Celular também precisa de senha: é a ação mais importante para garantir a segurança de seu telefone. Adote uma senha e defina um intervalo de tempo para que o dispositivo bloqueie automaticamente. Não permita mais do que três tentativas de acesso caso a senha esteja incorreta. Desta forma, caso seu celular seja perdido ou roubado, ninguém poderá acessar suas informações pessoais ou fazer compras com seu aparelho. Certifique-se também de que dados de cartões de crédito ou logins de e-mails e redes sociais não estejam armazenados em seu aparelho.

2. Cuidado com a fraude eletrônica: algumas fraudes eletrônicas exigem mensagens como esta: “Confirmamos sua assinatura no valor de 5 reais por dia. Para cancelar o pedido, clique aqui”. Se suspeitar de algo, não clique nos links da mensagem. Caso contrário, será direcionado a um endereço que solicita seu número de previdência social, cartão de crédito ou qualquer outra informação pessoal.

3. Atenção com os aplicativos: prefira comprar ou baixar aplicativos de empresas conhecidas e confiáveis. Leia resenhas sobre o app em questão e busque a opinião de outras pessoas antes de adquirir um aplicativo de uma fonte desconhecida, pois ferramentas maliciosas podem extrair informações pessoais de seu telefone. Sempre utilize a versão mais atualizada de um aplicativo.

4. Mantenha seu sistema operacional atualizado:
 quando receber uma notificação de atualização para seu dispositivo móvel, instale-a imediatamente. A cada nova versão, mais falhas de segurança são descobertas e solucionadas.

5. Consulte periodicamente seus extratos:
 nem sempre será possível evitar todas as ameaças. Se os seus dados bancários e números de cartões de crédito estiverem gravados em seu smartphone, procure criar o hábito de checar suas faturas de cartão de crédito, cartão de débito e conta corrente. Ao visualizar seu extrato, certifique-se de que não consta nenhuma cobrança fraudulenta. Se perceber algo errado, entre em contato com seu banco rapidamente. No caso de cartões de crédito, não pague a fatura até certificar-se de que todas as cobranças estão corretas.

(Por Paula Reverbel para o Blog da Revista Veja)

  • Rafael

    Interessante

  • http://twitter.com/JoeKyy Jhomar Nando

    Adorei a ideia!

  • http://twitter.com/9ctor Victor Martin

    Muito bom!

    • Anônimo

      ok

Previous post:

Next post: